Parceiros
Queres ser nosso parceiro? Envia o teu código para a Administração (Paradise).
SkyFalls Village RPG

button
Button

Hospital

Página 5 de 5 Anterior  1, 2, 3, 4, 5

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

Hospital

Mensagem por Paradise em Sex Jul 26, 2013 4:01 pm

Relembrando a primeira mensagem :

avatar
Paradise
Admin

Mensagens : 119
Data de inscrição : 10/07/2013

Ver perfil do usuário http://paradise-rpg.forumeiros.com.pt

Voltar ao Topo Ir em baixo


Re: Hospital

Mensagem por Raymond Johnson King em Sab Maio 10, 2014 3:56 pm

Virei-me para Sally, afagando-lhe a bochecha e baixei-me até lhe beijar a testa - vá lá, anjo. Vais ver que não vai ser nada - murmurei enquanto olhava os seus olhos. Afastei-me dela para falar com uma senhora que nos mandou ir para a sala de estar até ela ser chamada - desculpa não poder ir contigo - continuei no mesmo tom e levei-a até à sala de espera - vai mesmo ter comigo - pedi com um sorriso e suspirei, não queria deixa-la sozinha, mas se não fosse agora para a minha sessão ia ter que ter duas amanhã. Isso matava-me mais rápido do que a própria doença. Enfiei as mãos nos bolsos e caminhei lentamente até à ala da radioterapia, por onde já tinha chamado o meu nome.
avatar
Raymond Johnson King
rockeiro
rockeiro

Mensagens : 215
Data de inscrição : 08/08/2013

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Hospital

Mensagem por Sally Hastings em Dom Jun 08, 2014 8:41 pm

Entrei no hospital ao seu lado, virando o olhar para ele assim que senti os seus lábios na minha testa, mas nem por isso disse algo, limitei-me apenas a assentir e a segui-lo em direcção à sala de espera. Eu estava assustada com tudo isto, e o facto de King não poder ir comigo, ainda me assustava mais. Se bem que eu preferia que ele não ficasse do que perder uma sessão, eu preocupava-me com ele e acima de tudo, queria que ficasse bem. Sentei-me numa das cadeiras livres, assim que chegámos à sala e encostei a cabeça à parede, só voltando a olhá-lo quando me pediu desculpa.
- Não tens culpa.- murmurei, falando pela primeira vez desde que lá chegáramos.- e sim, eu vou ter contigo.- disse, ficando a vê-lo afastar-se e assim que ao fim de alguns minutos o meu nome foi chamado, todo o meu corpo paralisou. Era agora.
avatar
Sally Hastings
Neutros
Neutros

Mensagens : 207
Data de inscrição : 09/08/2013

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Hospital

Mensagem por Raymond Johnson King em Dom Jun 08, 2014 9:17 pm

Se ao menos pudesse ir com ela... Sentia-me mal por a deixar sozinha quando ela mais precisava. Até podia nem ser nada, mas e se fosse? Ela não ia simplesmente vir ter comigo e contar-me, eu sabia como era. A enfermeira amiga de Sally viu que não estava nos meus dias e veio ter comigo à sala de radioterapia, felizmente ela tinha tempo livre e aí vi a minha oportunidade de saber como é que ela estava. Contei-lhe o que se passava e pedi-lhe para ir ver se ela já estava na consulta, ela desapareceu, mas depois também não disse mais nada e eu não podia ir ver se estava tudo bem. Fiquei mais calado do que o habitual, pelo menos era disso que as enfermeiras se queixaram e deixei-me adormecer para ver se parava de estar preocupado, isto só me fazia sentir ainda pior.
avatar
Raymond Johnson King
rockeiro
rockeiro

Mensagens : 215
Data de inscrição : 08/08/2013

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Hospital

Mensagem por Sally Hastings em Seg Jun 09, 2014 10:44 pm

Eu já conhecia este médico, aliás, eu já conhecia todos os médicos deste hospital, era quase como se fosse a minha segunda casa. Para além de ter passado grande parte dos meus dias aqui, quando a minha avó ainda era viva, continuava a fazê-lo por causa do voluntariado.
Entrei no gabinete, depois de ter sido chamada e, apesar de ter ponderado mentir, a verdade era que eu sabia que se o fizesse, King ia acabar por descobrir e ia obrigar-me a lá voltar, por isso mesmo, era preferível acabar com tudo de uma vez. Contei ao médico o que se tinha passado, dizendo que não era a primeira vez que tinha aquele tipo de dores, e o meu olhar manteve-se preso na folha em que ele apontava tudo o que lhe dizia.
- Tu sabes o historial que tens na tua família, Sally.- sim, ele era o mesmo médico que tinha tratado da minha avó.- por isso, e apenas por precaução, vou fazer-te uns exames.- engoli em seco, limitando-me a assentir e não precisei que me dissesse mais nada, eu já sabia como aquilo funcionava. Fomos para outra sala, a que tinha a máquina necessária para o exame e eu deitei-me na mesma, mantendo-me imóvel enquanto mo faziam. Assim que terminou, o médico pediu-me que voltasse para o seu gabinete, onde esperei impacientemente para que voltasse. Tinha o coração a mil, já para não falar da minha cabeça, que cada vez doía mais, não sei se pelos nervos ou se eram novamente as dores. Fechei os olhos com força, levando as mãos à mesma e não consegui evitar um salto da cadeira, assim que ouvi a porta abrir-se. Arregalei os olhos, levando uma mão ao peito e olhei para trás, seguindo o médico com o olhar, até se sentar na cadeira à minha frente.
- Então doutor? - foi a minha vez de falar.- não tenho nada, pois não? - ele olhou-me, com o mesmo sorriso carinhoso de sempre mas, esse sorriso desapareceu à medida que ele começou a falar.
- Sally..- murmurou.- eu preciso que me ouças com atenção, está bem? - a partir daí, todo o meu corpo gelou. Eu conhecia aquele tipo de abordagem, eu sabia o que aquilo queria dizer.
- Não..- murmurei baixinho, abanando a cabeça enquanto o fazia.
- Preciso que mantenhas a calma..- o médico disse, ao ver o meu estado.- os exames mostraram um tumor cerebral, o mesmo tipo de tumor que a tua avó tinha.- e isto era tudo aquilo que eu receava. O meu coração falhou uma batida, fazendo-me cambalear, e os meus olhos deixaram de ver por completo, devido às lágrimas que se formaram nos mesmos.
- Não.- voltei a murmurar, abanando mais a cabeça. O médico levantou-se.
- Sally, ouve, nós podemos ajudar-te.- ele disse, mas eu já não queria saber. Eu não podia estar doente! Eu tinha visto como a minha avó tinha ficado, eu tinha assistido a tudo desde o primeiro dia, isto não podia estar a acontecer! - ainda está tudo no início, se começares a tratar-se agora...
- Não! - gritei, levando as mãos à cabeça.- eu não quero ouvir mais nada, eu..- eu não queria estar mais naquele espaço, eu só queria sair dali e esquecer as palavras do médico. Abanei a cabeça, sentindo-me sufocar com as minhas próprias lágrimas e sem aguentar mais, agarrei na minha mala, saindo dali a correr.
- Sally! - ainda o ouvi gritar, mas de nada valeu. Corri pelos corredores do hospital, ignorando as vozes das pessoas que me interceptavam, e o meu corpo só parou quando fiquei sem forças para correr e me deixei cair no chão, encostada à parede, encolhendo-me sobre mim própria. Isto não podia estar a acontecer.
avatar
Sally Hastings
Neutros
Neutros

Mensagens : 207
Data de inscrição : 09/08/2013

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Hospital

Mensagem por Raymond Johnson King em Seg Jun 09, 2014 11:31 pm

Tinha duas horas de intervalo, uma para me recompor e outra para almoçar, ou tentar. Era suposto ir para casa fazer isso tudo, mas como ainda não tinha sabido nada de Sally tive que ir à sua procura, ouvindo uma enfermeira dizer-me que ela tinha ido fazer exames. Ainda lhe perguntei se sabia como é que tinham corrido, mas ela não me soube dizer. - King - ouvi a voz da enfermeira falar - ela está no consultório com o médico agora, não consegui saber nada dos exames, mas podes ir para a sala de espera, ela... - abanei a cabeça já a caminho do sítio onde a tinha deixado e sentei-me numa cadeira, ficando uns minutos milagrosos, que me deixaram mesmo tonto, em silêncio à espera de que Sally saísse e, foi quando isso aconteceu que me apercebi que algo não estava bem. -Sally? - tentei apanha-la mas ela nem me viu, passando por mim que nem um avião em direcção à saída do hospital. Juntei as sobrancelhas andando num passo rápido atrás dela até a ver parar. Engoli em seco, preparando-me mentalmente para as más notícias e sentei-me ao seu lado abraçando-lhe as costas - Então, anjo? - perguntei baixinho.
avatar
Raymond Johnson King
rockeiro
rockeiro

Mensagens : 215
Data de inscrição : 08/08/2013

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Hospital

Mensagem por Sally Hastings em Ter Jun 10, 2014 9:42 pm

Eu conseguia ouvir as pessoas a passarem por mim e algumas delas, a maioria médicos, chegavam a parar e perguntar-me o que se passava, mas eu limitava-me a não lhes responder. Aliás, eu não o conseguia fazer. Para além do mais, o que é que eles queriam que eu lhes respondesse? Que estava a morrer? Que tinha um tumor na cabeça que me estava a matar? Era isso? Abanei a cabeça, escondendo-a nos meus joelhos e todo o meu corpo estremeceu assim que, de um momento para o outro, senti alguém ao meu lado, alguém que rapidamente reconheci como sendo King. Apertei as minhas calças nas minhas mãos, visto que estava abraçada aos meus joelhos e nem me preocupei em travar os meus soluços. Se era para morrer, ao menos que morresse logo ali. Fechei os olhos com força, ao ouvir a sua pergunta e só ao fim de alguns segundos é que levantei a cabeça para o olhar.
- Eu estou a morrer.- solucei, agarrando-me de imediato aos meus cabelos.- o médico disse que eu tenho um tumor na cabeça.- apertei-os com força nas minhas mãos.- eu vou morrer King, eu vou morrer! - gritei, não conseguindo controlar o choro a partir daí.
avatar
Sally Hastings
Neutros
Neutros

Mensagens : 207
Data de inscrição : 09/08/2013

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Hospital

Mensagem por Raymond Johnson King em Ter Jun 10, 2014 10:17 pm

Afastei-lhe o cabelo dos olhos enquanto ela começava a levantar a cabeça para me olhar e engoli em seco, sentindo o meu coração apertar-se quando ela finalmente falou. - Hei... não vais morrer - agarrei-lhe nas duas mãos aproximando-a de mim - não vais morrer Sally - voltei a repetir ficando apenas a olha-la assim que ouvi a sua resposta. Não podia dizer que estava admirado, porque não estava. As dores eram demasiado estranhas para não ser uma coisa grave e eu já percebia o suficiente para saber alguns sintomas. - Não vais morrer! - repeti com a voz mais alta para que ela me ouvisse por cima dos seus gritos e abracei-a. - Vais ficar bem, tal como eu - afaguei-lhe as costas.
avatar
Raymond Johnson King
rockeiro
rockeiro

Mensagens : 215
Data de inscrição : 08/08/2013

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Hospital

Mensagem por Sally Hastings em Ter Jun 10, 2014 11:03 pm

Eu conseguia ouvir a voz de King a dizer-me que não ia morrer, mas eu sabia que era mentira. Eu sabia que ele só estava a dizer aquilo para que eu me acalmasse, para que eu me sentisse bem, mas isso não ia acontecer, porque eu sabia que ia morrer, tal como a minha avó tinha morrido.
- Não.- abanei muita a cabeça, passando, de forma desajeitada, uma mão pela bochecha molhada.- a minha avó não ficou boa, ela morreu.- solucei.- ela tinha o mesmo que eu e ela morreu.- estava a falar de forma tão rápida e desesperada que as palavras se atropelavam umas nas outras. Engoli em seco, sentindo um nó formar-se na minha garganta e encolhi-me o mais que pude sobre o meu corpo, como se de alguma forma me conseguisse proteger de tudo o que estava a acontecer.- eu não quero morrer King..- acabei por dizer, deixando a minha cabeça cair sobre o seu peito e agarrei-me à sua camisola.- eu vi como ela ficou, eu acompanhei tudo..- choraminguei.- eu não quero isto, porque é que isto está a acontecer?
avatar
Sally Hastings
Neutros
Neutros

Mensagens : 207
Data de inscrição : 09/08/2013

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Hospital

Mensagem por Raymond Johnson King em Ter Jun 10, 2014 11:22 pm

Fiquei apenas abraçado a ela, sabendo que nada do que eu dissesse a fosse ajudar de alguma maneira. Ela estava em choque e enquanto não caísse em si, não havia ninguém que pudesse falar com ela. Afaguei-lhe a cabeça e as costas, até decidir que o melhor era sair dali. - Sally - chamei-a baixinho - vamos sair daqui, vem comigo até ao meu quarto, vais acalmar-te e comer um mega hamburguer - afaguei-lhe a bochecha limpando-lhe as lágrimas e encostei a minha testa à dela - está bem? - perguntei para começar a levantar-me aos poucos.
avatar
Raymond Johnson King
rockeiro
rockeiro

Mensagens : 215
Data de inscrição : 08/08/2013

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Hospital

Mensagem por Sally Hastings em Qua Jun 11, 2014 12:30 am

Sentia-me sufocada pelo meu próprio choro e completamente perdida nos meus pensamentos. O que é que era suposto eu fazer agora? Chegar a casa e agir como se nada fosse? Ou dizer à minha família que íamos passar por tudo de novo porque agora quem estava a morrer era eu? Eu não ia ter coragem para lhes dizer, aliás, eu nem sabia se queria. Voltei a passar as mãos pelas bochechas, uma vez que não conseguia parar de chorar, e só voltei a levantar o olhar quando ouvi King chamar-me de novo.
- Eu não quero comer.- disse, assim que o ouvi falar em comida, mas acabei por me começar a levantar, ainda que meio desorientada.- mas podemos ir embora, não quero estar mais aqui.
avatar
Sally Hastings
Neutros
Neutros

Mensagens : 207
Data de inscrição : 09/08/2013

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Hospital

Mensagem por Raymond Johnson King em Qua Jun 11, 2014 12:46 am

Abanei negativamente a cabeça - então não comemos - sorri-lhe, apesar de ser um fracasso. Levantei-me com cuidado, percebendo que ia faltar à minha sessão de quimioterapia e amanhã teria que levar o dobro. Mesmo assim, não hesitei nem um bocadinho quando a levei para fora daquele hospital até ao meu carro. Não era que estivesse muito bom para conduzir, mas estava melhor que ela, de certeza. Sentei-a no lugar ao lado do condutor e fui dar a volta, entrando depois. - Apenas descansa, falamos quando chegarmos a minha casa, está bem? - perguntei apesar dela não precisar de responder necessariamente e apenas arranquei.
avatar
Raymond Johnson King
rockeiro
rockeiro

Mensagens : 215
Data de inscrição : 08/08/2013

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Hospital

Mensagem por Sally Hastings em Qui Jun 19, 2014 11:04 pm

Virei-me para King, depois de já estar de pé, e fiquei a olhá-lo, à espera que fizesse o mesmo, não dizendo nada quando disse que não precisávamos de comer. Eu não queria saber, só queria sair daquele hospital e esquecer que aquela consulta alguma vez tinha existido. Caminhei ao seu lado até ao seu carro, sempre em silêncio e assim que chegámos, abri a porta de sempre, sentando-me com a ajuda de King. Não era que eu precisasse, visto que ainda não estava inválida, mas também já deveria demorar muito até que os meus movimentos ficassem atrofiados, não estivesse o meu cérebro a deteriorar-se. Encostei a cabeça ao banco, nem me preocupando em colocar o cinto, visto que is morrer de qualquer das formas e virei a cara na direcção do vidro, ficando a olhar para a estrada.
- Sobre o que é que queres falar? - perguntei, assim que ouvi o que disse.- sobre o facto de estar a morrer? - encolhi os ombros, passando as mãos pelas bochechas.- duvido que uma conversa possa mudar isso.
avatar
Sally Hastings
Neutros
Neutros

Mensagens : 207
Data de inscrição : 09/08/2013

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Hospital

Mensagem por Raymond Johnson King em Qui Jun 19, 2014 11:29 pm

Depois de entrar para o carro comecei logo a conduzir de volta, engolindo em seco com a sua pergunta retórica. - Sally... - fechei os olhos por apenas uns segundos, não nos queria matar na estrada. -Uma conversa pode mudar muita coisa, não sei se te lembras mas eu também estou a morrer - parei à porta do hotel deixando que o porteiro levasse o carro para o parque de estacionamento e dei a volta para ir ter com ela, agarrando-lhe num braço para a ajudar no que fosse preciso.
avatar
Raymond Johnson King
rockeiro
rockeiro

Mensagens : 215
Data de inscrição : 08/08/2013

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Hospital

Mensagem por Sally Hastings em Qui Jun 19, 2014 11:41 pm

Como seria de esperar, King começou com aquelas conversas de que falar iria ajudar e blábláblá. Sim, eu também já tinha dito isso a todas as pessoas com quem trabalhava, e sim, eu sempre soubera que por mais que o dissesse isso não ia mudar a forma como elas se sentiam. O que também não aconteceu comigo.
- Como queiras.- murmurei apenas, ficando calada o resto do caminho e, assim que senti o carro parar, percebi que tínhamos chegado. Permaneci quieta no banco, até King me vir abrir a porta e apenas aceitei a sua ajuda, porque não queria ser bruta com ele. Ele não tinha culpa de eu estar a morrer, não tinha sido ele a enfiar-me o tumor no cérebro.
avatar
Sally Hastings
Neutros
Neutros

Mensagens : 207
Data de inscrição : 09/08/2013

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Hospital

Mensagem por Raymond Johnson King em Qui Jun 19, 2014 11:53 pm

Suspirei com a sua resposta mas tentei não levar nada a peito. Nem toda a gente reagia como eu reagia. Que tinha sido apenas "aceitado" e feito as malas para longe da minha família. Sem choros, sem brigas, sem gritos. Simplesmente nada. Entrei dentro do hotel e levei-a para o meu quarto. Assim que entrámos enchi um copo com água e estiquei-lho - Não sei que raio de voluntária és tu para não aceitares falar comigo sobre isto - disse. Era óbvio que estava a brincar e o meu tom de voz nem estava num tom sério, mas sabia que da forma como ela estava nem era capaz de reparar nisso. - Sally, tens cancro, mas só morres se não lutares para viver. A tua avó morreu, mas tu não tens necessariamente que morrer. A minha mãe não aguentou metade do que já aguentei. Nós não somos todos iguais.
avatar
Raymond Johnson King
rockeiro
rockeiro

Mensagens : 215
Data de inscrição : 08/08/2013

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Hospital

Mensagem por Sally Hastings em Sex Jun 20, 2014 12:05 am

Assim que entrámos no seu quarto de hotel, eu dirigi-me até à sua cama, encostando-me às suas almofadas como se aquela fosse a minha casa. Agarrei numa, abraçando-a contra o meu corpo e quando King veio ter comigo, eu levantei o olhar para o copo de água que ele me estendia.
- Não tenho sede, obrigada.- murmurei, prestes a submeter-me de novo ao silêncio, mas tal como tinha ficado prometido, ele começou a tal conversa que tanto queria ter. Mordi a parte de dentro da minha bochecha com força, baixando o olhar até às minhas mãos, e tentei de tudo para que as lágrimas não voltassem a escapar. Ele não percebia, pois não? - eu não vou fazer quimioterapia King.- murmurei.- eu vi como isso matava a minha avó.- engoli em seco.- já me chega estar a morrer por causa deste estúpido tumor. - abanei a cabeça, completamente furiosa, passando as mãos pelas bochechas quando se voltaram a molhar.
avatar
Sally Hastings
Neutros
Neutros

Mensagens : 207
Data de inscrição : 09/08/2013

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Hospital

Mensagem por Raymond Johnson King em Sex Jun 20, 2014 12:11 am

Olhei para o copo de água que tinha na mão e comecei a bebê-lo até porque uma das coisas que a radioterapia me dava era sede. Tive que me acalmar para não me engasgar quando ao ouvi dizer que não ia fazer quimioterapia. Pousei o copo em cima do balcão da cozinha que ficava mesmo ao lado do quarto - Eu estou a fazer quimioterapia e radioterapia três vezes por semana - disse-lhe - pareço-te morto? Não me sinto morto. Ainda à duas semanas me atirei de um penhasco de paraquedas. Estavas lá que me lembre - sentei-me à sua frente e olhei-a.
avatar
Raymond Johnson King
rockeiro
rockeiro

Mensagens : 215
Data de inscrição : 08/08/2013

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Hospital

Mensagem por Sally Hastings em Sex Jun 20, 2014 12:33 am

Eu sabia que era estranho estar a recusar-me a fazer uma coisa na qual eu ajudava os outros a ultrapassarem. Mas eu também tinha estado todos os dias ao lado da minha avó, à medida que a sua personalidade ia mudando, as suas memórias iam simplesmente desaparecendo e a quimioterapia nada fazia para a ajudar, sem ser matá-la ainda mais, aos poucos. Era por isso que eu não queria, por saber que, muito provavelmente ia acabar por morrer na mesma.
- Tu próprio disseste que não éramos todos iguais King.- funguei, apertando a almofada contra o meu peito.- eu vi como ela ficou, eu vi! - elevei ligeiramente o tom de voz, sentindo os meus olhos encherem-se de lágrimas, mais uma vez.- eu não quero ficar como ela.- murmurei, não conseguindo dizer mais nada quando fui de novo atacada pelo choro. Eu ainda não conseguia acreditar que isto estava mesmo a acontecer, era mau demais para ser verdade.
avatar
Sally Hastings
Neutros
Neutros

Mensagens : 207
Data de inscrição : 09/08/2013

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Hospital

Mensagem por Raymond Johnson King em Sex Jun 20, 2014 12:41 am

Suspirei passando as mãos pela cara. Eu não era bom com as palavras, muito menos em tentar convencer pessoas a fazerem aquilo que não queriam. Aproximei-me dela para a abraçar quando recomeçou a chorar mas isso não me impediu de falar - aposto que nem deixaste o médico falar - murmurei passando as mãos pelo seu cabelo. - Eu disse que não éramos todos iguais e tu não vais ter os mesmos sintomas que eu, de certeza, podem ser melhores ou piores, mas não é a quimioterapia que te mata, parece que sim, mas não é. Se o tumor está no início, se é de fácil acesso numa cirurgia... Sally não podes desperdiçar a tua vida se há chances de recupera-la - nesta altura já tinha encostado a testa à dela, apenas a segurar-lhe a bochecha com uma mão. - Tens que tentar, por ti, pelos teus irmãos e pela tua família... - parei - e talvez um bocadinho também por mim - sorri - és o meu anjo. Como é que eu posso viver sem o meu anjo?
avatar
Raymond Johnson King
rockeiro
rockeiro

Mensagens : 215
Data de inscrição : 08/08/2013

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Hospital

Mensagem por Sally Hastings em Sex Jun 20, 2014 1:06 am

Isto não era justo, nada disto que estava a acontecer era justo. Eu tinha ajudado a minha avó, eu ajudava pessoas todos os dias, porque é que isto tinha de me estar a acontecer a mim? Agarrei-me à camisola de King, assim que o senti abraçar-me e tentei a todo o custo acalmar o choro, que apenas se limitou a aumentar à medida que ele falava. Eu não queria passar o resto dos meus dias sentada numa cadeira enquanto me espetavam os braços para me encher o corpo de venenos que poderiam nem acabar com a doença que tinha. Eu só queria que tudo isto acabasse. Encostei a minha testa à sua, com os soluços a brotarem pelos meus lábios, devido à intensidade do meu choro e, assim que falou nos meus irmãos, eu abanei muito a cabeça, não conseguindo dizer nada. Como é que eu lhes ia contar? Como é que eu ia contar aos meus pais que eu estava doente? Que ia morrer.
- Eu não sou como tu.- solucei, depois de ouvir a sua pergunta, que fez o meu coração apertar-se.- eu não tenho forças para lutar contra isto.- abanei muito a cabeça, tendo perfeita noção de que lhe estava a molhar a camisola.- eu só quero que acabe.- encolhi-me.- faz com que acabe, por favor, eu não consigo.
avatar
Sally Hastings
Neutros
Neutros

Mensagens : 207
Data de inscrição : 09/08/2013

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Hospital

Mensagem por Conteúdo patrocinado


Conteúdo patrocinado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Página 5 de 5 Anterior  1, 2, 3, 4, 5

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum